NADA É IMPOSSÍVEL PARA DEUS

0

marzo 30, 2013 by Bortolato

Cometa

“O anjo respondeu e disse-lhe: – Descerá sobre ti o Espírito Santo, e a virtude do Altíssimo te cobrirá com a Sua sombra; por isso também o Santo, que de ti há de nascer, será chamado Filho de Deus.  E eis que também Isabel, tua prima, concebeu um filho em sua velhice, e é este o sexto mês para aquela que era considerada estéril, porque para Deus nada é impossível.” (Lucas 1:35 a 37)

 

Em Mateus 22:29 Jesus diz: – “Errais, não conhecendo as Escrituras, nem o poder de DEUS.”

De fato, devemos conhecer a ambos: às Escrituras, e ao poder de Deus.

Conhecer as Escrituras Sagradas é muito bom, mas para conhecê-las bem, isto é um processo que demora, e na grande maioria dos casos é algo lento, porque demanda muitas e muitas horas de leitura – e somente a leitura não nos fará entender tudo o que a Bíblia nos quer deixar como um legado.   É preciso estudá-la com paciência e amor, sim, é preciso que amemos estudar a Palavra de Deus.  É para isso mesmo que as igrejas do Senhor Jesus têm dedicado certos horários para o estudo bíblico.   A Escola Bíblica é um instituto que sempre reservou aos crentes em Cristo um horário abençoado, no qual se abre a possibilidade de ouvirmos algo muito bem, a respeito de Deus, e o que Ele faz, a Sua obra, os Seus atributos, e qual a Sua revelação – e ainda o que é que Ele espera de cada um de nós.   A Bíblia nos revela, acima de tudo a Jesus, assim como Ele mesmo o disse:

“Examinais as Escrituras, porque cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de Mim testificam”.  (João 5:39).

Então a nossa pergunta é: – se V. leu a Bíblia, e a vem estudando com frequência, então V. tem recebido, através de seu estudo constante, mais de Jesus¿   Se V. recebeu de Jesus, V. viu que Ele tem em Suas mãos o poder de solucionar a cada problema, seja este qual for e quão difícil for, quão amargo, e quão insolúvel aos nossos próprios olhos¿

É assim que somos modificados e transformados, através dos nossos impossíveis.  Ninguém é transformado por Deus, se as suas dificuldades lhe são facilmente transpostas, pois estes não sentem que precisam de Deus para solucionar as suas vidas.

As Escrituras nos mostram muitas coisas , a respeito de Deus, e de nós mesmos – e uma das coisas que temos visto nelas é que a nossa natureza é carnal, corrompida pelo pecado, e terrível, egoísta, sem piedade.

Em outras palavras, à medida que conhecemos as Escrituras, precisamos que o Espírito Santo abra os nossos olhos par que os nossos corações também sejam abertos para recebermos com alegria o recado de Deus, e tenhamos dentro de nós aquela reação interativa que crê, percebe a incidência da bênção divina, e a aceita, abraçando-a com todas as forças, para deixá-la bem guardada, dentro dos nossos corações.  Isto é crer e guardar a Palavra de Deus, mas não é tudo.  No decorrer do tempo, virão oportunidades para aplicarmos os princípios que temos aceito, e colocarmos em prática o que a Palavra de Deus o diz.

Se a colocarmos na prática como Deus quer que o façamos, estaremos sendo provados e aprovados em Cristo, como Paulo falou a respeito da Apeles (Romanos 16:10).  Mas quanto isto nos custará!  Tudo tem um custo.  Por exemplo, alguém de antes dizia que não leva desaforos para casa, então este mesmo vai sentir que precisa suportar mais um pouco do irmão, e vai caminhar mais uma milha com ele, e caminhar amando àquele que em outros tempos seria riscado do seu livro, do seu relacionamento.

NÃO É IMPOSSÍVEL CRER

Quando Jesus nos diz que os saduceus não conheciam as Escrituras e nem o poder de Deus, Ele está se dirigindo também a nós hoje.

Nos tempos modernos parece ser moda do mundo o deixar-se envolver por algum tipo de filosofia.  René Descartes lançou uma norma que parece ter-se difundido muito pelo mundo: a filosofia que usa da dúvida como método para se bem ordenar os pensamentos.  Sua proposta é a de que duvidemos de tudo.   Logicamente que para duvidarmos, precisamos de pensar, e quem pensa, pensa porque existe, porque está vivo e ativo.  Logo, duvidar é um dos modos de se viver!  Vejam que coisa!

Quando, porém, se trata de duvidar das palavras de Deus, de Jesus e de Seu poder, tudo isso muda muito, pois quem dEle duvida está interrompendo o fluxo das bênçãos de Deus, e do Seu poder sobrenatural.

Sem fé não se pode agradar a Deus, e o poder a Ele pertence (Hebreus 11:6).  Quem desagrada a Deus, com sua falta de fé está desagradando a Quem tem todo o poder nas mãos – mas não é boa política desagradá-Lo, descrendo dEle.

A boa notícia, no entanto, é que, assim como somos convidados por Deus para conhecer a Sua Palavra, as Escrituras Sagradas, a Bíblia, ao mesmo tempo somos convidados a conhecer o Seu poder.

Jesus disse aos saduceus: – “Errais não conhecendo as Escrituras e nem o poder de Deus.”

Jesus está dizendo que o modo dos saduceus estudarem as Escrituras estava eivado de erro, e isso estava repercutindo negativamente nas suas mentes e em seus corações.   O modo dos saduceus estudarem as Escrituras estava turvado por uma ótica que punha em dúvida o poder de Deus.   Com isso, eles estavam bloqueando, na esfera espiritual, no Reino do Espírito, o desprender do poder maravilhoso e sobrenatural de Deus.

Por este motivo, estavam duvidando que Jesus seria o Profeta e o Messias esperado, estavam nutrindo e lucubrando mentalmente argumentos que intentavam ridicularizar o Mestre, mas eles é que foram ridicularizados com a resposta que o Senhor lhes deu.

Apesar que o confronto entre Jesus e os saduceus mostrasse que o clima entre eles não era amistoso, o Senhor ainda estava a lhes oferecer a receita, chamando-lhes a atenção para o Seu caminho, afastando-lhes as dúvidas.

O melhor de tudo isso é que nós também somos convidados a conhecer o poder de Deus.   O poder de Deus está disponível, armazenado no céu, mas sempre prestes a ser derramado na terra, à medida que há uma necessidade, e a nossa fé agrade a Ele.

O que  V. faria com um amigo que diz que o admira, mas não crê em V.¿  Guardaria uma certa afeição por ele, mas afinal teria que se afastar dele, porque se não crê em V., isto significa que o que lhe dissermos não adiantará de nada.   E se a nossa palavra não tem valor, qualquer possível diálogo ficará prejudicado.

Pois  Deus é que tem recebido toda essa carga de descrença em Seu rosto, da parte de pessoas que O admiram, mas não creem nEle, nas Suas palavras, e por isso é que muitas orações não têm sido ouvidas e respondidas.   A nossa grande opção, nosso grande lance é crermos, então, a cada oração, e veremos que Ele é galardoador daqueles que O buscam.

Quando lemos na Bíblia em Lucas 3:1-2 que Tibério César era o imperador de Roma, Pôncio Pilatos o governador da Judéia,  Herodes o tetrarca da Galiléia, estamos falando de pessoas mundanas, homens eminentes, mas dominados pelas trevas deste mundo.   Quando estes rejeitaram a Jesus, fizeram o que lhes era esperado, pois não tinham nenhuma afinidade com o Senhor.

Já no verso 2, lemos de Anás e Caifás, sumos sacerdotes – mas estes já seriam exímios conhecedores da Lei de Moisés e dos Profetas, homens extremamente doutos, mas não eram conhecedores do Poder de Deus.

Os sacerdotes eram pertencentes à casta dos saduceus, em sua maioria.   Os saduceus não criam em anjos, e nem em ressurreição dos mortos.   Estavam esperando, sim, o Messias, mas ao verem Jesus, rejeitaram-nO sumariamente, rotulando-O de mentiroso, charlatão e um agitador capaz de tumultuar as massas.   Observavam as manifestações do Poder de Deus, mas não criam nestas.   Ficavam somente no estudo das Escrituras, e nas tradições judaicas.  Quando Jesus revelava o poder de Deus, procuravam lançar lama e obscurecer o Seu ensino, e assim pelejavam contra Deus, arrogando a si mesmos serem os legítimos representantes do Trono Divino nesta terra…

Foi dessa maneira que distorceram as palavras de Jesus.  Duvidaram dele, descreram dEle, e ainda o perseguiram.   Confrontaram-nO, discutindo muito em tom agressivo, nada amistoso.   No final, incitaram a multidão, prenderam a Jesus e forçaram as coisas para que os romanos O crucificassem.

Espere!  Isto parece um “non sense”!  Eles conheciam muito bem as Escrituras, e sabiam das promessas que repousavam sobre a vinda do Messias!  Sim, claro que sabiam, mas os seus olhos da fé estavam entenebrecidos.   Não conheciam o poder de Deus senão somente os atos do passado registrados nas Escrituras, mas nunca o tinham experimentado, e Jesus veio para lhes mostrar que Deus é poderoso.   Em vez de O acolherem com palmas, desprezaram-nO, a Jesus, todo cheio do poder de Deus.

Não cometamos o mesmo erro!  Vamos crer em Deus, e vamos crer nos Seus profetas!  Logicamente, não devemos crer em todo espírito.   A Bíblia diz em I João 3:1-ss para provarmos os espíritos, para sabermos se eles vêm de Deus.   Todos nós devemos fazer isso.

O Espírito Santo veio para glorificar a Cristo e à Sua obra.   E todo espírito que não confessa que Jesus é o Filho de Deus, não procede do Pai.   O Espírito Santo não deprecia a obra de Cristo, e nós também não devemos desprezá-la.

O TEU MILAGRE NÃO É IMPOSSÍVEL

Do que é que V. está precisando neste momento¿

Muitos hoje têm grandes necessidades.  Algo muito difícil, quase impossível, e alguns já perderam as esperanças.

Guarde bem esta palavra: – Nada é impossível para Deus!

E o que devo fazer para receber o milagre¿   Na verdade, não há nada que possamos humanamente fazer porque nós somos limitados, e não podemos fazer acontecer o sobrenatural.   Este é um campo em que o homem não detém o controle.  Não é a nossa praia.

Deus, porém, pode!  Ele tem todo o poder, e a Jesus foi dado todo  o poder nos céus e na Terra.

A primeira coisa que então precisamos fazer, ou melhor, o primeiro passo a darmos para tocarmos no poder de Deus é CRERMOS!

V. crê em Deus¿  Se crê, isto é ótimo.

O segundo passo é confessarmos a nossa fé.  É dizermos a para nós mesmos: – “Eu sei em Quem tenho crido, e estou bem certo de que Ele é poderoso!”    É conveniente repetirmos constantemente:  – “Eu não posso, oh Deus, mas Tu podes!”

O diabo virá lhe dizer: – “Ora, que é isso, V. está ficando fraco da cabeça!  Não vê que o que V. está crendo não pode ser¿  Isso é uma loucura!  Deixe disso!  Saia dessa!”

Apesar das setas e dos ataques do inimigo, continue a dizer a si mesmo:  – “Eu não posso, mas Tu, oh Deus, Tu podes!   Eu creio e espero em Ti.   O meu Deus não falha, e não falhará comigo!”

O jovem que não podia deter pensamentos obscenos, e palavrões, vai orar, e o diabo vai lançar na sua mente toda sorte de palavras imundas, palavrões e blasfêmias, mas continue orando e dizendo ao Senhor:  – “Senhor!  Eu não posso deter essa onda de sujeira do diabo em minha mente, mas Tu podes!  Eu não posso, mas Tu podes!  Eu não posso mas Tu podes!   Eu ao posso, mas Tu podes! … (quantas vezes forem necessárias, até a vitória cabal!)

A sua saúde vai melhorar, as suas finanças também.  A sua alma também!

E persevere nesta afirmação, e veja o que Deus vai fazer em sua vida!  A sua fé será premiada com aquilo que muitos diriam ser impossível acontecer, chegar na palma de suas mãos!   Há vitória para V.!   E a vitória é certa!

Eu creio em milagres.  Já recebi alguns deles.  Receba V. também!


0 comments »

Disculpa, debes iniciar sesión para escribir un comentario.

Comentarios recientes

    Fatos da História

    Evangelho